sábado, 25 de janeiro de 2014

Resenha: O Lírio Dourado - Richelle Mead (Editora Seguinte)

Postado por Ingryd Lessa às 1/25/2014 02:43:00 PM
Sinopse:
Em sua última missão, a alquimista Sydney Sage foi enviada a um colégio interno na Califórnia para proteger a princesa Moroi Jill Dragomir, e assim evitar uma guerra civil entre os vampiros que certamente afetaria a humanidade. Porém, a convivência com Jill, Eddie e principalmente Adrian leva Sydney a perceber que talvez os Moroi não sejam criaturas tão terríveis assim - e ela passa a questionar os dogmas que lhe foram ensinados desde a infância.
Tudo se torna ainda mais complicado quando Sydney descobre que talvez tenha a chave para evitar a transformação em Strigoi, vampiros malignos e imortais, mas esse poder mágico a assusta. Igualmente difícil é seu novo romance com Brayden, um cara bonito e inteligente que parece combinar com Sydney em todos os sentidos. Porém, por mais perfeito que ele seja, Sydney se sente atraída por outra pessoa - alguém proibido para ela. E quando um segredo chocante ameaça deixar o mundo dos vampiros em pedaços, a lealdade de Sydney será colocada mais uma vez à prova. Ela confiará nos alquimistas ou em seu coração?

Compre aqui:
 

Título original: The Golden Lily - Páginas: 424 - Lançamento: 11/11/2013 - Selo: Seguinte

Resenha:
Se você terminou "Laços de Sangue" e ficou tão obcecada com a história de Sydney quanto eu, prepare-se para receber um belo presente com "O Lírio Dourado"! Este segundo livro da série Bloodlines é pura e simplesmente o cotidiano da protagonista, que mesmo no meio de todos os seus afazeres como Alquimista ainda consegue se tornar "popular" e arrumar um namorado!! #AcrediteSeQuiser rs

A vida acadêmica em Amberwood é relativamente fácil para Sydney, que já foi educada por seu pai em casa. Portanto, por ser inteligente e muito dedicada, ela acaba tendo tempo de sobra para resolver seus "problemas familiares", ou seja, para focar na sua missão de proteger a princesa Moroi Jill Dragomir. O disfarce é: Jill é a sua "irmã", Eddie (o dampiro guardião) é o seu "irmão", Adrian (o Moroi usuário de Espírito) é o seu "irmão" mais velho e Angelina, uma nova dampira que foi recrutada para proteger Jill mais de perto e dormir no mesmo quarto que ela (o que deu a Sydney um quarto só para ela *YAY!*), é uma "prima". 

Para completar o time, Dimitri (Moroi ex-Strigoi) e Sonya (Moroi usuária de Espírito e ex-Strigoi) estão em Palm Springs para, junto com Adrian e Eddie (e, eventualmente, a própria Sydney), realizarem alguns experimentos com a aura e o sangue de um Strigoi que foi recuperado por um vampiro usuário de Espirito. Isso porque, segundo o desfecho do primeiro livro, todos ficaram desconfiados com o que aconteceu com Lee e motivados a procurar uma "cura" Strigoi. 

Como eu disse no início da resenha, este livro é quase que totalmente voltado para a vida de Sydney, tanto pessoal quanto profissional, e isso é sensacional!!! Gente, eu estou louca para falar a parte amorosa disso tudo: o namorado que ela arruma se chama Brayden e é uma mistura do Einstein com o Bill Gates! Sério, o cara é um mini gênio, chegando a ser chato de tão nerd e certinho! A princípio, os dois se combinam super, conversam sobre tudo no mesmo nível hard de conhecimento e vão para lugares totalmente culturais e nada românticos. Só que, depois de um tempo, Sydney percebe que sente falta de um pouco de bom humor e de respostas inteligentes, porém sarcásticas, que são típicas de Adrian... 

E por falar em Adrian, esse livro também é um pouco dele. Conhecemos mais a fundo a sua mente, seu coração, seus problemas pessoais e seus sentimentos. Eu, que já gostei dele desde o início, só consolidei a minha paixão agora! Tirando a parte dos vícios por álcool e cigarro, ele é engraçado, bonito e charmoso. As cenas dele com Sydney são divertidíssimas e cada vez mais numerosas, os diálogos entre eles são cheios de provocações e tudo isso vai em um crescente até explodir no final do livro! Mas tem um pequeno problema... Adrian é um vampiro e Alquimistas não devem confiar ou se relacionar intimamente com eles. E agora, como Sydney vai contornar essa situação?

Como sempre, Richelle Mead vai largando ao longo do capítulos alguns fatos, frases e situações muito misteriosos, que começam como algo que te deixa super curioso mas que vão se ampliando lentamente até roubar totalmente a cena e ter uma mega relação com o desfecho. Eu não conseguia parar de ler e só pensava em uma coisa enquanto lia: "Caramba, essa mulher não esquece de nenhum mísero detalhe!". E o que dizer do final gente?? Pura ação e adrenalina!! Já estou louca para ler "O Feitiço Azul", que só será lançado em abril!! D:

Devo dizer: a Richelle é maravilhosa, o livro é sensacional, a série está incrível e torço muito para que Adryney (isso existe ou eu acabei de inventar?) seja incrivelmente lindo em "O Feitiço Azul"! E você? Está esperando o que pra pegar essa coisa linda dourada de 400 páginas e devorar? :D

Beijos!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário e volte sempre!! :)

PseudoEstante Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review