sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Resenha: Divergente - Veronica Roth (Editora Rocco)

Postado por Ingryd Lessa às 10/11/2013 11:00:00 AM
Sinopse:
Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.
E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.
Autor: Veronica Roth - Editora: Rocco - Páginas: 504

Resenha:
É gente, agora eu definitivamente sei que curto SUUPER uma distopia!! Bom, em "Divergente", somos apresentados a uma nova forma de governo, onde a população local foi dividida em 5 facções que são nomeadas de acordo com o que elas acharam ser o motivo das guerras e desentendimentos políticos no passado. São elas: Amizade, que culpa a agressividade; Abnegação, que culpa o egoísmo; Audácia, que culpa a covardia; Erudição, que culpa a ignorância; por fim, a Franqueza, que culpa a duplicidade.

A história é contada em primeira pessoa por Beatrice, uma menina da Abnegação que acabou de fazer 16 anos e vai passar pelo processo de escolha da própria facção. Isso não é nada mais que uma demonstração de amadurecimento e inclui o Teste de Aptidão, que é uma simulação para testar a forma de agir da pessoa e guiá-la na sua escolha, e a Cerimônia de Escolha, em que todos os jovens de 16 anos de todas as facções decidem se vão permanecer nas suas famílias ou se tornar transferidos (e portanto, deverão esquecer tudo do passado e se habituar aos novos costumes).

Beatrice mora com sua mãe, seu pai e irmão um pouco mais velho sob os costumes de sua facção: eles não podem andar com o corpo descoberto, só usam roupas cinzas, não podem se olhar no espelho e devem ser altruístas acima de tudo. Logicamente, eles não valorizam bens materiais, aparência ou qualquer coisa que seja egoísta, vaidosa ou gananciosa. Por estas características, a maior parte dos governantes atuais é da Abnegação (fato que não é bem aceito por facções ambiciosas).

Apesar de ter nascido e sido criada neste estilo de vida, nossa protagonista sente que não pertence de coração ao local em que se encontra e confirma suas suspeitas no Teste de Aptidão, quando descobre que tem uma inclinação tanto para a Abnegação, quanto para Audácia e Erudição. Na verdade, ela é uma Divergente e, seja lá o que isso significa, é algo que Beatrice não pode revelar para ninguém. Em seguida, temos a Cerimônia de Escolha, momento de grande suspense e surpresas. Depois disso, o livro se desenrola em cima da iniciação da menina, onde ganha o apelido Tris, começa o treinamento de combate e preparo físico, faz novos amigos/inimigos e até rola uma paquera!

E é aqui nessa meiuca que o bicho pega! Se eu fosse escolher uma facção para a autora seria a Audácia, sem sombra de dúvidas! Ela foi corajosa ao extremo explorando situações de alta tensão, mortes de grandes personagens e ainda criando uma ambientalização política paralelamente ao foco principal da história. Ou seja, temos um enredo recheado de aventura, suspense e até uma pitada de romance, que me prendeu do início ao fim e conquistou um espaço no meu coração de fã!

Algumas observações para acabar a resenha: não se apegue a personagens; tente parar de ler por um minuto completo sequer (sei que você não vai conseguir!); tente não imaginar o tempo inteiro de qual facção você seria e como seria se você estivesse no lugar de Beatrice (experiência própria); tente não surtar ao saber que o filme vai ser lançado em 21 de março de 2014 e corra para ler Insurgente assim que terminar Divergente, porque o final é CRÍTICO E TENSO e me deixou de cabelos em pé!!



Comentou aqui? Participe da promoção!


Beijos!!

4 comentários:

Regina Bertília disse...

"Algumas observações para acabar a resenha: não se apegue a personagens; tente parar de ler por um minuto completo sequer (sei que você não vai conseguir!);" haha nossa, parece que as histórias hoje em dia adoram acabar com um bocado dos personagens a menos, não? O mesmo acontece com PJO, ASOIAF, e por aí vai :P

Sil disse...

Estou ansiosa para ler esse livro, mas ainda nem comprei heheheh. Vou esperar sair todos para começar. Eu gosto muito de distopia e dizem ser esse um dos melhores do gênero.

Tay disse...

Quero muito ler esse livro, mas tenho umas prioridades. Mas espero chegar nele logo, pois adoro distopias.
Beijo!

Giselle Souza disse...

Esse livro é sensacional! Quero que o filme venha logo :D

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário e volte sempre!! :)

PseudoEstante Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review