terça-feira, 19 de março de 2013

Resenha - Belo Desastre (Jamie McGuire)

Postado por Ingryd Lessa às 3/19/2013 06:53:00 AM
Sinopse:
Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.

Resenha:
O que você, querida leitora (meninos, se ponham em nosso lugar), estaria fazendo numa sala decadente servindo de ringue improvisado para uma luta clandestina, totalmente lotada de pessoas bêbadas e sedentas por sangue, vestida com um cardigã de cashmere cor de rosa e brincos de pérola? Talvez você pense que nada aí faz sentido, mas Abby Abernathy conseguiu juntar tudo no mesmo lugar, na mesma hora!

E foi ali, através de muita gritaria, suor e sangue, que ela conheceu o famoso Travis Maddox, ou "Cachorro Louco" para os seus sempre inferiores adversários. Tudo nele chamou sua atenção! O cara é um motoqueiro revestido de músculos super definidos, grande parte deles tatuados, com um par de olhos castanhos sedutores e aquele ar de rebeldia e cafajestagem emanando da pele. Abby bateu o olho e nem pensou duas vezes: ele era encrenca na CERTA! 

Diferentemente de todas as garotas que faziam a fama de Travis, Abby não se jogou nos braços (ou no colo) dele de imediato. Não que ela não se sentisse atraída por ele, mas quanto menos confusão ela arrumasse enquanto estivesse na faculdade, melhor. Isso porque seu passado não muito distante ainda está à espreita e o bad boy praticamente representa tudo o que ela vem tentando fugir para viver em paz. 

O que ela realmente não esperava era pela insistência de Travis, que fica tão obcecado pela amizade e atenção da sua 'Beija Flor", que chega ao nível de lhe propor uma aposta logo antes de uma de suas lutas. E aí, se ela ganhasse, ele ficaria sem sexo por um mês. Se ele ganhasse, ela teria que morar no apartamento dele por um mês. E é nesse ponto que a relação bela e desastrosa dos dois começa a não ter mais volta...
****
Depois de muito me persuadirem a ler "Belo Desastre", acabei me rendendo aos encantos de Travis Maddox!! Como já tinha ouvido muitas pessoas falarem muito bem do livro, fui com altas expectativas para a leitura. Eu sei, isso geralmente é péssimo e realmente me atrapalhou um pouco. Mas isso também não significa que a história seja ruim, e sim que eu esperava algo um pouco diferente do que encontrei.

A base de tudo pode até parecer um pouco clichê: a garota nova na universidade chama atenção do gato super popular de lá mas, ao saber da sua fama de cafajeste, ela simplesmente passa a ignorá-lo (ou pelo menos ela tenta fingir para si mesma e para ele que não está interessada). Só que nada é tão simples assim. A mocinha é a Abby, uma pessoa misteriosa que tenta encobrir seu passado com um impecável, porém deslocado, cardigã rosa. Já o mocinho é o famoso Travis, o tatuado motoqueiro bad boy que luta clandestinamente e tem como hobby acumular mulheres apaixonadas aos seus pés.

A relação dos dois é construída aos poucos e de forma diferente das demais que Travis já viveu. Eles começam como grandes amigos, o que permite ao cara deixar que Abby entre integralmente na sua vida (principalmente depois da aposta!). A partir de certo ponto, Travis começa a desenvolver uma obsessão pela garota, agindo como um namorado possessivo mesmo não tendo nem ficado com ela ainda! Isso definitivamente me perturbou (e me chocou, às vezes) o livro inteiro. 

Eu senti também um pouco de monotonia de vez em quando, porque a "rotina" do casal era quase sempre a mesma: eles estavam super felizes até acontecer uma briga tensa por um motivo idiota que deixava ambos (e quem mais estivesse envolvido) arrasados e separados. Travis enlouquecia literalmente e Abby sempre voltava. Isso dura mais da metade do livro, até que finalmente acontece algo bem diferente que faz a história desempacar. 

Jamie McGuire escreveu bem em primeira pessoa do ponto de vista da Abby e fez a leitura fluir fácil em torno dos acontecimentos do casal e suas consequências. Classifico "Belo Desastre" como muito bom, mas para isso tenho que ignorar o leve incômodo relativo à sua temática pesada, a qual não estou nem um pouco acostumada. Na dúvida entre o medo do desconhecido e a curiosidade, experimente! Só deixo um alerta: cuidado para não sonhar acordada com o Travis e babar hein! hahahahaha

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário e volte sempre!! :)

PseudoEstante Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review