domingo, 4 de março de 2012

Resenha - Reencontro

Postado por Ingryd Lessa às 3/04/2012 11:26:00 AM
Sinopse:
"Está bem no fundo. Não se pode alcançar... aos poucos, vai roubando o ar.” Ana Luiza vai perdendo seu fôlego: o fim de (mais) um grande amor, um pai distante, uma mãe fútil, uma amizade complexa e "pessoas que sempre vão embora". Com suas músicas de rock, seus livros e seus cigarros, Ana Luiza vê sua vida desmoronar. "O amor é uma ferida”, ela sentencia. Mas a “garota de olhar longínquo” tem um encontro inesperado com um alguém aparentemente muito diferente dela: os “olhos imensos”, que tudo veem... Presa em seu próprio mundo e rendida ao álcool e às drogas, Ana Luiza tenta fugir. Principalmente do temido amor, que tanto a feriu... Como encontrar, ou reencontrar o próprio destino? Até onde o amor pode ir, até quando pode esperar? O que há além das baladas de rock e dos poemas românticos? Poderá o amor salvar alguém de sua própria escuridão? Às vezes, é necessário perder quase tudo para reencontrar... e finalmente poder amar.
Resenha:
Uma menina mulher, seu mp4, seus vícios ilícitos e sua personalidade forte. Adicione ainda suas cicatrizes, suas desilusões amorosas e suas tristezas profundas... Ser Ana Luiza não deve ser nada fácil. A bela morena de olhos cinzentos que mora em Porto Alegre tem apenas 22 anos e já viveu de tudo um pouco (e da forma mais intensa possível).
Por esse motivo, ela viu e passou por tanta coisa que simplesmente deixou de acreditar - no amor, nas pessoas e, principalmente, em Deus - e de ter fé. As dolorosas lembranças de seu difícil relacionamento de 1 ano e meio recém terminado a torturam de tal maneira que ela passa a pensar que já não tem muitos motivos para viver. 
Mas é claro que os problemas não param por aí. Seus pais não acreditam em seu futuro, sua família não é nada unida, sua casa não é um lar, a faculdade de Odonto não é interessante e (fechando o pacote) o cara que ela amava a abandonou sem dó nem piedade. Então, o que restava na vida de Ana Luiza? Sua única e melhor amiga Nana, seu quarto (que é mais um refúgio do que qualquer outra coisa), os cigarros, o álcool e as suas músicas de rock (a menos que não lembrassem alguém...)
E é sem motivação alguma que Ana Luiza começa mais um período na faculdade. Como sempre, rever Nana era uma grande alegria e a única parte interessante disso tudo. Entretanto, alguém novo chama a sua atenção no primeiro dia de aula: um rapaz magro, cabelos castanhos, pele moreno-clara e aparentemente simpático. Mas não importa... Neste momento, ela não está nem um pouquinho interessada em qualquer interação com outro ser humano além de sua amiga.
Porém, ao contrário de Ana, Rafael (ou simplesmente Rafa) gosta demais de interagir e logo começa a correr atrás de uma amizade com a guria. Quanto mais ela foge, mais ele a alcança. Quanto mais ela o rejeita e o afasta, ele corre atrás. E assim vai...
Encontros, reencontros, desencontros. Os vícios, a depressão, o fundo do poço. Será que o amor verdadeiro existe? Será que as pessoas sabem amar? Sérios problemas surgirão no caminho de Ana Luiza e  graves dilemas irão perturbá-la. E mesmo a guria sendo dura na queda, ela terá que cair feio para aprender a batalhar pela própria vida. 

                                                                             ****
A cada dia que passa, me orgulho mais dos autores nacionais. Conheci a fofa da Leila através do Skoob, com um recado que ela deixou divulgando seu trabalho, e hoje a agradeço demais por ter me convidado a participar da promoção na página do livro e ter me dado a oportunidade de ganhar "Reencontro". 
Esta é uma história cheia de realidade, força, dificuldades e superação. Tais adjetivos se aplicam diretamente a vida da protagonista, que é praticamente uma saga grega. Desde o início, me identifiquei muito com Ana Luiza em certos pontos (como, por exemplo, as desilusões e os problemas amorosos) mas, definitivamente, ela é uma guerreira única.
Com o passar das páginas, os fatos vão piorando gradativamente e você vai sendo levado para o caos total junto com a jovem, como em uma bola de neve. Em alguns momentos eu fiquei "Não acredito que isso aconteceu! Ainda mais essa na vida dessa pobre criatura!", em outros eu fiquei "Você vai conseguir! Tenha fé em Deus e força!" e ainda houve momentos de "Guria, me explica por que você fez isso?? Só piorou tudo!".
Não espere que "Reencontro" seja bobinho, simples ou relaxante. Ele é profundo e complexo do início ao fim, te levando a questionar acontecimentos da vida e os meios de fuga que as pessoas adotam para tais situações. Afinal, é como pegar um coração partido inúmeras vezes sem razão nenhuma para viver e colocá-lo no mundo do álcool, das drogas e da descrença. O que poderia salvá-lo? Um grande e verdadeiro amor. E, no final das contas, essa será a única salvação para Ana Luiza.
Recomendo o livro para todos, principalmente para pessoas que não acreditam na força do amor e da fé; para quem acha que tem milhões de problemas, mas na verdade possui uma vida maravilhosa; para os que se drogam e bebem excessivamente achando que podem parar a qualquer momento, pois não são viciados; por fim, para quem gosta de belíssimas e emocionantes histórias da vida real! 

                                                                             ****
Gostou da resenha e ficou interessado no livro? Vai ter sorteio dele autografado quando o blog da Leila atingir 750 seguidores!! Corre lá gente! :D


Beijos e boa semana para todos!

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário e volte sempre!! :)

PseudoEstante Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review